domingo, 10 de janeiro de 2010

Especial Antena 1 sobre Carlos Paião

Entrevista de Edgar Canelas (Antena 1) com Mário Martins. Inclui vários depoimentos de Carlos Paião. [2006]

Intervenção de José Manuel Lourenço, em 1981, por ocasião do Festival Eurovisão com declarações de Carlos Paião sobre a chegada a Dublin.

música: Play-back - Carlos Paião

Carlos Paião refere a colaboração anterior com canções como "Canção do Beijinho" e "A Gente Cresce, Cresce".

música: A Gente Cresce, Cresce - Joel Branco

Mário Martins conta o episódio de envio das cassetes para a Valentim de Carvalho. Já tinha sido recusado numa primeira vez. Manuel Paião entregou-lhe a cassete que entregou a um dos seus colaboradores (Nuno Rodrigues). O colaborador considerou que não tinha qualquer talento mas se servisse era para letrista. Como a resposta não era afirmativa resolveu ouvir porque devia uma resposta a Manuel Paião. Ficou convencido porque se tratava de um jovem, com 18 ou 19 anos, que rinha vindo de Ílhavo para S. Domingos de Rama, com uma escrita ainda muito incipiente mas que já demonstrava o que poderia vir a fazer. Logo nos primeiros encontros escreveu um fado só com a descrição que Mário Martins lhe fez de uma Casa de Fados.

Carlos Paião relata o envio da cassete através de Manuel Paião. Em 1979 - através de Manuel Paião (primo direito do seu pai) manda uma cassete com 4/5 músicas porque a Mãe queria saber se valia a pena apostar na música

música: O Fado é fixe - Vasco Rafael

Como Mário Martins não conseguia convencer os outros do talento de Carlos Paião decidiu levar algumas cassetes- três - a Amália para que ela escolhesse. Achava que uma opinião de Amalia valia mais do que as suas tentativas. Amália tinha tido um problema no casino - coração - e por isso estava de cama.

Amália gostou e escolheu várias canções para serem retiradas das cassetes. No dia seguinte a notícia foi propagada nos jornais por Mário Martins.

Carlos Paião relata na primeira pessoa: de 34 canções era a única humorística, tinha sido dois anos antes de ser editado o single.

música: Senhor Extra-terrestre - Amália

Mário Martins relembra a canção sobre o recorde do Guiness (ainda inédita) e a facilidade com que passava dos temas mais sérios para temas mais humorísticos.

música: Marcha do Pião das Nicas - Carlos Paião

Mário Martins considera Carlos Paião o artista mais completo que conheceu e mantendo-se no mesmo tema relembra outras canções do seu lado mais sério: a canção sobre o artista que envelhece, que tentou que Nicolau Breyner gravasse e que Simone de Olivera também quis gravar; a canção sobre o romance dos pais ("História Linda"); ou a "Canção dos cinco dedos", uma canção exemplar para crianças. Relembra que o Intituto Piaget de Almada organizara, poucos anos antes, várias iniciativas extra-curriculares cujo tema eram as canções de Carlos Paião.

Carlos Paião descreve o álbum "Algarismos": queria que todas as canções tivessem algum fio de ligação, neste caso serem sobre cada algarismo; também queria que todas fossem de estilos musicais diversos.

música: Canção dos Cinco dedos - Carlos Paião

Mário Martins relembra que Amália gravou mais temas, um deles ainda inédito e que considera um tema extraodinário. Mais outro episódio passado com uma Fadista brasileira que tinha que ausentar-se de Portugal e que precisava urgentemente de um inédito.

Edgar Canelas recita parte da letra da canção "De Mão Na Mão".

música: Cinderela - Carlos Paião

1 comentário:

Judith disse...

Simplesmente fantastico